26 de jul de 2008

Acarajé


Gente, ontem estava com muita vontade de comer acarajé e pedi para meu filho comprar aqui num shopping pertinho de casa, veio quentinho e crocrante, do jeitinho que eu gosto. Para os que me visitam de terras distantes, acarajé é um bolinho típico baiano, feito com feijão fradinho e é vendido por baianas vestidas tipicamente em tabuleiros espalhados por diversos pontos de Salvador. Nunca fiz porque acho um pouco trabalhoso e por ter facilidade em comprá-lo, quando quero. O bolinho é recheado com um creme (delicioso), o vatapá, camarão frito, salada de tomate verde e molho de pimenta malagueta. O vatapá, já fiz várias vezes para acompanhar moqueca de peixe, quando fizer posto para vcs. Me desculpem pelas fotos que não estão boas, minha câmera está precisando de uns ajustes...bom fim de semana!

A receita que consegui de uma vendedora de acarajés:
500gr de feijão fradinho, deixado de molho na véspera
2 cebolas grandes, em pedaços
Sal a gosto e azeite de dendê para fritar os bolinhos
Como fazer: Esfregue os grãos com as mãos, para que elas soltem as cascas. Bata aos poucos, no liquidificador, o feijão e a cebola, com o mínimo possível de água. Se preferir, bata só o feijão e a cebola vc rala e acrescenta à massa depois. Coloque numa tigela funda e com uma colher de pau, bata bem a massa até ficar fininha (cremosa). Coloque o azeite em uma frigideira e quando estiver bem quente, colocar uma cebola pequena, inteira, para não queimar a gordura (segredinho das baianas). Fritar às colheradas da massa, no azeite quente, dando o formato dos

bolinhos, tendo o cuidado de ir sempre batendo a massa com a colher até terminar. A colher usada para formar os bolinhos é sempre colocada em uma vasilha com água, pois assim soltará mais facilmente a massa. Os bolinhos devem ficar secos, cozidos por dentro e com uma casquinha
dourada por fora. Deixe escorrer e reserve.
Camarão frito: 1 kg de camarão médio com casca - 2 dentes de alho picados - suco de 1 limão - 1/3 de xícara de azeite de dendê ou óleo para fritar - sal a gosto
Tempere o camarão com o alho, o limão e o sal. Coloque em água fervente por 2 minutos. Escorra e frite em óleo quente até dourar. Deixe escorrer e recheie os acarajés, cortando-os ao meio.
O molho: Elas batem no liquidificador 3 pimentas malaguetas, 1/2 xícara de camarão seco, sem casca. Levam ao fogo 1 xícara de azeite de dendê , 2 cebolas médias picadas e sal a gosto.Refogue bem . Mas eu não compro com esse molho, arde muito...rss...prefiro usar um pouco do molho que já postei aqui . A salada é feita com tomates verdes picadinhos, sal, suco de limão e coentro picado. Mistura-se tudo. Tb não gosto da salada. Ou seja, no meu acarajé só vai o vatapá e os camarões. E sou baiana, imagine os turistas que caem matando no molho de pimenta...rss...ficam vermelhos, iguais camarão. Beijos.

7 comentários:

Vitor disse...

Rose muito obrigada pela sua visita no meu estaminé!!!Amei sua cozinha...ia procurar o que era carajé mas você disse primeiro!A sua cozinha é muito bonita! Eu ainda não percebo nada disto...mas vou lá chegar se Deus quizer. Um abraço. Vitor:-))

Mundo de Alice disse...

AMO ACARAJÉ!!!!!!!!!!
Querida tem um convite para vc lá no meu blog!
bjs

Carla disse...

Rose, obrigada pela sua visita lá no Carpe Diem! Também já a adicionei.
É maravilhoso viajar por diversos lugares e sabores a partir dos blogues. Não conhecia acarajé mas deve ser muito bom!

bjs, bom fim-de-semana!

Adriana disse...

Rose , mulher não faça isso comigo , no trabalho ninguém mais me aguenta falar que eu quero comer acarajé, nossa tô morrendo afogada com a água na boca, rssss. Preciso ir na Bahia por dois motivos , 1. ver minha mãe e 2. COMER ACARAJÉ, rsss.
Fique com Deus e tenha um bom fim de semana , ( mesmo te "odiando" esse fim de semana rssss.)
Bjs.

Adriana disse...

AH , esqueci que filhos mais lindos, parabéns , Deus é sempre generoso né? rsss.
Bjs.

Carmencita disse...

Sabe que nunca fiz acarejé, e sempre tive curiosidade, pois acho uma delícia, agora com suas explicações fiquei tentada em fazer.Grata.Bjss

Sônia Maria disse...

Olá, Rose!
Que saudades da Bahia!
Adoro acarajé!
De preferência quente (com pimenta).
Por aqui quando perguntam se quer quente, é quente mesmo!.
Aí, aprendi que quando perguntam se queremos quente, é se queremos com pimenta.
Gosto dessas diversidades.
Vi seu comentário sobre o poster que fiz e fiquei feliz com o seu posicionamento. Gosto quando as pessoas se posicionam porque muitas amigas lêm também os comentários e o que eu não me lembrei as amigas complementam nos comentários.
Se eu fosse colocar o que ficou de fora e que as amigas lembraram daria um outro poster do tamanho daquele (risos).
Vamos aprendendo e melhorando os nossos relacionamentos da blogosfera.
Abraços com carinho,
Sônia Maria